Quotation of the Day

Sunday, November 6, 2011

Quero tudo!


Começa aquela música, ouvi-mos uma palavra, relembramos um momento, e, de repente, somos de tal maneira transportados para outro mundo que só nos apetece chorar pela nostalgia vivida. 
Quero entrar dentro daquela voz daquela mulher que canta aquela música que eu tanto amo, quero ouvir mais uma vez aquela palavra que me faz sorrir de todas as vezes que a ouço, quero parar de relembrar momentos e fazer novos momentos! Quero pegar na nostalgia e fazer dela uma vida como deve ser com gargalhadas e conversas e amigos, muitos (bons) amigos e simpatia e honestidade e simplicidade e uma pintada de mistério só porque é isso que dá piada á vida. Continuamente.
Quero aprender a viver, quero estar viva, quero olhar para o futuro e sorrir, quero olhar para o presente e sorrir ainda mais, não quero contar os kms mas sim gravar na memória todas as paisagens, sem pressa. Quero ser mais eu do que alguma vez fui, quero dar tudo o que ainda tenho para dar, quero ser, fazer, abanar alicerces! Erguer uma casa na árvore ou em cima do mar ou um hotel pousado nas nuvens! Quero muito encontrar aquele patamar em que te permites ser tudo aquilo que podes ser, ser criança, ser adulto/a, ser velho/a, ser mãe/pai, ser filha/o, ser amiga/o, ser melhor amiga/o, ser confidente, ser amante, ser trabalhadora/a, ser de confiança, ser porca/o, ser honesta/o, ser divertida/o, ser optimista, ser open-minded, ser diferente, ser igual, ser eu e tu ao mesmo tempo com um bocadinho dele e dela. E, principalmente, estar bem com tudo isso.
Quero incrivelmente bastante conhecer mais o tudo e o nada, pequenos nadas e grandes tudos! Quero e quero e quero e não consigo parar de querer.
Quero tudo, porra, quero tudo!








No comments:

Ajudar não é difícil!

Share food, change lives

Black Pixel

Total Pageviews

Shelfari, os livros que já li =)

Followers

There was an error in this gadget

=D

=D

Obrigada Kuka ^^

Obrigada Diana! =D

Obrigada Diana! =D

Blogs

About Me

My photo
"...o meu coração é uma floresta cheia de nevoeiro - guarda tudo e não encontra nada. Sou uma recordadora profissional. Vivo de recordações, mesmo daquilo que ainda não fiz.E repito infinitamente os mesmos truques. Iludo-me. Penso sempre que amanhã é que vai ser. Desenvolvi um erotismo futurista: deleito me com o puro prazer dos meus sonhos.De certa maneira, já vivi tudo, porque em sonhos consigo projectar-me inteira nos corpos, nos sentimentos e nas experiências dos outros. Tenho uma capacidade estereofónica; posso ter ao mesmo tempo cem e dezoito anos. O que é um cansaço..." IP